Finalista do ME da WSOP está fora da corrida após teste positivo para a Covid-19

 Upeshka De Silva 2020

O Coronavirus fez seus próprios ajustes no equilíbrio de poder na mesa final da fase americana do ME da WSOP. Vale lembrar que o vencedor da mesa final da parte internacional já está determinado, e o vencedor da final americana será conhecido esta noite.

Ontem, todos os nove finalistas estavam prontos para se encontrar em Las Vegas para determinar o campeão do Evento Principal. Mas, esta manhã, um dos participantes não foi autorizado a competir. Foi o jogador brasileiro Upeshka De Silva. O cara, infelizmente, testou positivo para a Covid-19.

Para não prejudicar a saúde dos outros finalistas, De Silva foi suspenso da final. O jogador foi automaticamente premiado com o nono lugar, mas $98 813 claramente não é o que o vencedor de três braceletes de ouro esperava receber. Só para constar, ele era considerado um dos principais favoritos à vitória no evento.

Outros oito jogadores vão disputar a chance de enfrentar Damian Salas no heads-up decisivo para ganhar o título de campeão e um milhão de dólares a mais.

Leia também: O jogador de futebol brasileiro Neymar retorna ao Time da PokerStars

O jogador brasileiro twittou que tinha testado positivo para COVID-19 no domingo. De Silva também acrescentou que havia ficado em quarentena a partir de 10 de dezembro. Ele foi obrigado a fazê-lo antes de viajar para Las Vegas, mas algo deu errado.

No dia 20 de dezembro, o cara testou positivo para o coronavírus. Seis dias depois, ele deu negativo, mas o teste oficial feito em 27 de dezembro deu positivo. De acordo com as regras do torneio, Upeshka De Silva não era elegível para continuar a sua participação nas finais do ME da WSOP. O jogador criticou muito as precauções da WSOP porque era muito importante para ele jogar nas finais.

O sonho de De Silva de ganhar o Evento Principal da WSOP 2020 não se tornou realidade. Ele recebeu $98 813, mas perdeu a chance de ganhar $1,5 milhão pelo primeiro lugar, mais um milhão extra e uma bracelete de ouro no heads-up contra Damian Salas.

É importante notar que De Silva tem outra mesa final pela frente. Já em março, o brasileiro conseguiu chegar à mesa final da WPT, mas devido ao coronavírus, a final foi adiada para 2 de abril. A pandemia levou ao segundo adiamento, mas as datas ainda são desconhecidas. Desejamos que o jogador melhore e esteja totalmente preparado para a batalha do campeonato do WPT sempre que ela ocorrer.

Avaliar o material:
- material excelente
- material ótimo
- material bom
- material ruim
- material horrível